Com a Fundação Rotária, a sua doação está em boas mãos

Veja porque a Fundação Rotária é o melhor destino para a sua doação

Em 2016, a Fundação Rotária recebeu a maior pontuação possível da Charity Navigator, 100 dentre 100 pontos, por sua forte saúde financeira e compromisso com a prestação de contas e transparência.

Foi o nono ano consecutivo que a Fundação ganhou a classificação quatro estrelas do avaliador independente de instituições de caridade dos EUA, uma distinção que apenas 1% das instituições do gênero conquista.

Além disso, a Associação de Profissionais da Captação de Recursos apontou a Fundação Rotária como a Fundação Mais Notável do Mundo de 2016, título dado a entidades de peso, como Kellogg e MacArthur.

Essas organizações concordam num ponto: quando você doa à Fundação Rotária, está investindo sabiamente. Nós damos a maior atenção às doações que recebemos, aplicando os recursos com responsabilidade para que a doação cause o maior impacto possível por muitos anos.

Direcionando a sua doação

Há um motivo pelo qual os rotarianos doam à Fundação Rotária: é uma maneira simples de atingir seus objetivos filantrópicos, seja apoiando projetos hídricos, educacionais ou profissionalizantes.

“Até mesmo a menor doação pode ser feita a um fundo específico, a um Subsídio Global, ao combate da pólio ou a uma área de enfoque dentro do Fundo Mundial”, afirma April Jensen, que trabalha no Departamento de Captação de Recursos da Fundação e é associada do Rotary Club de Evanston, EUA. “Quando a pessoa não tem restrições quanto ao destino do dinheiro, a Fundação aplica os recursos onde sejam mais necessários.”

Você já pensou em criar um fundo para financiar bolsa de estudos ou abrir uma fundação da sua própria família, mas não queria ter a dor de cabeça de administrá-la? Deixe a Fundação Rotária cuidar disso. Quando você doa mais de US$25.000, nós lhe enviamos relatórios personalizados detalhando os projetos que se tornaram possíveis graças à sua generosidade. É possível fazer sua doação do modo que se adapte melhor à sua situação financeira, como em dinheiro, ações ou por testamento.

 

 

Qualquer doação pode ser feita para um fundo específico, a projeto financiado por Subsídio Global individual ou uma das áreas de enfoque do Rotary.Ilustrações de Gwen Kereval

Investindo seu dinheiro

Em 2015-16, a Fundação desembolsou 91% em programas e subsídios, e só 9% com despesas administrativas. Então, como a entidade garante que a maior parte da sua doação apoie iniciativas sustentáveis da sua preferência?

“Para garantir que os fundos para o projeto estejam lá quando necessário”, diz o ex-presidente do Rotary International, Ron Burton, atual presidente da Comissão de Investimentos da Fundação, “todas as contribuições para o Fundo Anual da Fundação são investidas durante três anos.”

“Para garantir que os fundos para o projeto estejam lá quando necessário”, diz o ex-presidente do Rotary International, Ron Burton, atual presidente da Comissão de Investimentos da Fundação, “todas as contribuições para o Fundo Anual da Fundação são investidas durante três anos.”

Depois de três anos, os ganhos de investimento sobre a sua doação cobrem as despesas operacionais da entidade.

A Comissão de Investimentos é formada por três curadores da Fundação e seis rotarianos da área de finanças, garantindo que as doações sejam investidas de forma responsável durante esse período.

Depois de três anos, os ganhos de investimento sobre a sua doação cobrem as despesas operacionais da entidade.

“Não conheço outra organização que tenha um sistema como esse”, orgulha-se Jensen. “É brilhante.”

O principal é dividido em 50/50, com metade indo para o Fundo Distrital de Utilização Controlada (FDUC) e metade para o Fundo Mundial, um fundo que os curadores da Fundação Rotária usam para outorgar subsídios.

Concedendo subsídios

Quando a Fundação concede um subsídio para financiar um projeto, como ela garante que seu dinheiro terá impacto duradouro?

“A sustentabilidade começa com a avaliação da comunidade”, explica Philip Silvers, ex-diretor do RI e chair da Equipe de Consultores Técnicos (Cadre) da Fundação.

Antes dos rotarianos criarem projetos, eles conversam com pessoas da comunidade — pais, crianças, idosos e líderes — para entender o contexto mais amplo por trás do que a comunidade precisa.

“Então, quando o projeto acontece, a comunidade pode ver sua participação nele”, afirma Silvers. “O que realmente queremos é que a comunidade se aproprie do projeto desde o início.”

Seis elementos de sustentabilidade devem ser tratados na concepção de um projeto de Subsídio Global: começar com a comunidade, incentivar a apropriação local, fornecer treinamento, comprar localmente, encontrar financiamento local e medir seu sucesso.

Os seis elementos de sustentabilidade para Subsídios Globais: 

  • Começar com a comunidade
  • Incentivar a apropriação local
  • Fornecer treinamento
  • Comprar localmente
  • Encontrar financiamento local
  • Medir o sucesso

Esses elementos asseguram que o projeto forneça soluções de longo prazo que a própria comunidade poderá bancar após o encerramento do subsídio.

Os parceiros na iniciativa não precisam pensar em tudo isso sozinhos. Para ajudar na concepção do projeto, a Fundação Rotária conta com funcionários específicos para lidar com subsídios, com conhecimentos sobre questões regionais e culturais, e gerentes das áreas de enfoque, com experiência de campo significativa em suas especialidades.

Ao conectar clubes a especialistas locais e regionais para fornecer orientação sobre o desenvolvimento de Subsídios Globais sustentáveis de grande escala, o Rotary se compromete a financiar projetos com impacto duradouro nas comunidades.

O presidente da Comissão de Serviços Internacionais do seu distrito pode ajudar você a se conectar com uma rede de especialistas locais, como membros de Grupos Rotarianos em Ação, rotaractianos, bolsistas do programa Bolsas Rotary pela Paz e alumni que se voluntariam para ajudar com projetos e planejamento de Subsídios Globais.

Conheça 20 projetos notáveis

Leia dicas para fazer projetos sólidos

Projetos robustos

A Fundação Rotária tem a Cadre de Conselheiros Técnicos, uma rede de voluntários disponíveis para fornecer conhecimentos e conselhos. Com um banco de dados de 700 especialistas nas seis áreas de enfoque do Rotary, além de outras especialidades — mediadores, diplomatas, obstetras, engenheiros, banqueiros e agrônomos, por exemplo — é certo que existe alguém que poderá ajudar se surgir um obstáculo.

Os membros da Cadre desempenham um papel importante no sentido de garantir que as verbas dos doadores tenham impacto a longo prazo. Em nome da Fundação Rotária, os membros da Cadre fazem uma análise técnica da viabilidade de subsídios maiores, antes que eles sejam concedidos, e realizam visitas ao local para avaliar como os projetos estão sendo conduzidos. “Os rotarianos querem saber se algo não está funcionando para que sejam feitos os devidos ajustes”, diz Francis “Tusu” Tusubira, membro da Cadre do Rotary Club de Kampala-Norte, Uganda. “A Cadre existe para dar o máximo de apoio possível”. Os membros da Cadre também realizam auditorias financeiras aleatórias para ajudar a Fundação a garantir que os fundos do subsídio estejam sendo usado conforme aprovado.

“A Cadre fornece prestação de contas e garantia de qualidade em geral, além de proteger nossos investidores — as pessoas que doam — e também os beneficiários”, diz Silvers. “Ao fazer isso, protegemos a Marca Rotary, contribuímos ao sucesso dos beneficiários e protegemos a nossa reputação.”

Monitorando sucesso e sustentabilidade

O monitoramento e a avaliação dos subsídios estão incorporados em toda a concepção do projeto. “Pela avaliação da comunidade, descobrimos qual tipo de mudança duradoura podemos criar juntos”, explica Silvers. “Como podemos medir isso? Como sabemos que essa mudança vai continuar? Como podemos mostrar aos nossos doadores e beneficiários que realmente fizemos a diferença?”

Aqueles que conhecem rotarianos veem como nós doamos do nosso tempo e recursos. Elas sabem que, conosco, seu dinheiro está em boas mãos.

Eric Kimani, coordenador regional da Fundação Rotária

 

O Rotary Family Health Days foi considerado um projeto de Subsídio Global notável da Fundação Rotária. Esses dias são realizados em vários países da África, onde a incidência de HIV e aids, e o estigma sofrido pelos portadores, são enormes.

O projeto tinha uma etapa na qual rotaractianos e membros do Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário faziam perguntas aos pacientes que tinham recebido assistência médica durante o projeto. Silvers explica: “Eles perguntavam: ‘O que trouxe você ao Rotary Family Health Days deste ano?’ A resposta poderia ser uma dor de dente ou de ouvido, mas no decorrer da entrevista, 71% dos entrevistados revelaram que haviam sido testados para o HIV. Isso é uma grande mudança cultural.”

Os parceiros no projeto escrevem um relatório final quando o subsídio termina, incluindo medições iniciais do seu impacto. Como os rotarianos incluem a sustentabilidade desde o início do projeto, seus benefícios são contínuos.

Assim como a Fundação pede que os parceiros no projeto monitorem o impacto da sua iniciativa, a organização também realiza uma avaliação trienal do seu modelo de subsídios. Os curadores estão usando os comentários da avaliação mais recente, realizada em 2015-16, para ajustar o processo de qualificação para subsídios de modo a melhorar a forma como clubes e distritos encontram parceiros, avaliar os requisitos para a avaliação das necessidades da comunidade e ajudar os parceiros no projeto a ampliar seus esforços com apoio da Cadre e de outros parceiros.

Por tudo o que a Fundação faz para garantir que as doações tenham um impacto duradouro, tudo depende dos próprios rotarianos”, diz Eric Kimani, do Rotary Club de Nairobi-Muthaiga do Norte, Quênia. “Quando você tem bons rotarianos, eles são a melhor forma de avaliar a administração”, afirma.

• Leia mais artigos na The Rotarian

fonte: https://www.rotary.org/